Quem é o vencedor do mundo senão aquele que é o filho de Deus? Esta é a vitória: a nossa fé, que vence esse mundo!

Vamos celebrar a nossa vitória em Jesus Cristo! Vamos agradecer pela vitória da perseverança naquele que é o único sentido da vida do homem. O importante é celebrar! Eu, padre José Augusto, sou feliz e apaixonado por Jesus Cristo! Passei por muitas provas e tribulações, e tiveram momentos em que queria desistir, mas não dava para desistir.

padrejose_sabado1.jpg

No Evangelho de São João no primeiro capítulo, João Batista – que preparou os caminhos de Jesus para nós, estava batizando nas margens do rio Jordão e de repente passa uma pessoa e João aponta dizendo: “Eis o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo”. E começaram a seguir Aquele homem. Segue o que eles disseram a Jesus: “E, avistando Jesus que ia passando, disse: Eis o Cordeiro de Deus. Os dois discípulos ouviram-no falar e seguiram Jesus. Voltando-se Jesus e vendo que o seguiam, perguntou-lhes: Que procurais?” ( João 1, 36-38).

É a pergunta que o Senhor faz a você: “O que você está procurando? ” No Hosana Brasil há uma multidão, e Jesus lhes pergunta: “O que você está procurando?”

Deus está sempre olhando para nós porque Ele é presente: “Como Jesus soubesse tudo o que havia de lhe acontecer, adiantou-se e perguntou-lhes: A quem buscais? 56 Quando lhes disse Sou eu, recuaram e caíram por terra. 7 Perguntou-lhes ele, pela segunda vez: A quem buscais? Disseram: A Jesus de Nazaré. 8 Replicou Jesus: Já vos disse que sou eu. Se é, pois, a mim que buscais, deixai ir estes” Responderam: A Jesus de Nazaré. Sou eu, disse-lhes. (Também Judas, o traidor, estava com eles.) (João 18, 4-8).

 A quem estás procurando? O Evangelho de São Lucas nos fala que havia uma mulher atrás de Jesus, e nela havia sete demônios que Ele expulsou. Só que agora ela se deparou com uma situação: este homem está morto e acabou o sentido da vida dela. Ele morreu: A quem buscais? Ele morreu. E no dia seguinte ela foi ao túmulo dele para fazer o último gesto de carinho, mas quando ela chega ao túmulo ela começa a chorar.  E ela chorou, chorou e chorou. E em João 20, 15 e 16 diz: “Perguntou-lhe Jesus: Mulher, por que choras? Quem procuras? Supondo ela que fosse o jardineiro, respondeu: Senhor, se tu o tiraste, dize-me onde o puseste e eu o irei buscar. Disse-lhe Jesus: Maria! Voltando-se ela, exclamou em hebraico: Rabôni! (que quer dizer Mestre)”.

No ano de 1985, eu, padre José Augusto andava a procura de algo nas igrejas. Eu ia a Santa Missa para participar e sentava do lado da menina mais bonita, e Jesus me perguntava: “a quem está procurando?” Eu dizia que procurava uma mulher. O momento mais importante para mim naquela época, era na hora de segurar na mão da pessoa do lado. E saía procurando e procurando. Mas eu era um cristão que achava que Deus estava morto. Então, porque procurar um morto? Eu era um cristão que vivia na igreja como se o dono dela não existisse, e eu procurava a uma mulher.

padre jose augusto 2

 Estou falando isso porque há pessoas que vão à Igreja a procura de pessoas e não “da pessoa”. Quando vamos à Igreja, vamos em busca de Jesus. Mas Ele me procurava. Eu fugia e Ele me procurava. Ele está atrás de você!

Jesus está vivo no meio de nós e continua presente! Enquanto eu, Padre José, procurava uma pessoa, eu ainda não estava feliz. No dia em que tive o encontro com o Senhor, que estava tão perto e me acompanhava, pude ter a verdadeira paz e gozo. Desde que fui formado, Jesus entrou em minha vida e começou a me proteger. Fui crescendo, mas numa determinada idade me afastei, mas Ele continuou me acompanhando. Um dia quando abri a Bíblia e comecei a ler, o Espírito Santo veio a mim, e aquilo que era uma ‘teoria’ tornou-se realidade! Um presente! Eu entrei Nele e Ele em mim! Senti uma paz e um gozo que nunca havia sentido antes. Eu disse: “Jesus, eu não troco isso por nada neste mundo!”

Comecei a perceber que Jesus estava vivo! Creio que Ele é o meu Senhor! Via as pessoas sofrendo, mas acreditando que Jesus estava com elas. Passado um tempo elas gritavam a vitória diante das dificuldades, porque Ele não as abandonava. Neste tempo eu vi paralíticos andar, pessoas enxergarem, casamentos restaurados e assim por diante. Fui percebendo que Ele continua atuar no meio de nós. A partir disso, percebi que era o Senhor quem eu procurava, e não quero nunca mais O abandonar. O sentido da vida é no Senhor!

“Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer” (João 15, 5).  Eu comecei a perceber que a minha confiança não estava no Senhor, e sim nas pessoas. E elas iam morrendo e me decepcionavam. Eu ficava com raiva. Foi assim até encontrar “a pessoa” – Jesus.  Jesus é o Senhor que dá sentido a sua vida, e sem Ele nada podemos fazer!

A quem você está procurando?

“A minha alma tem sede de Deus” (Salmo 41,3). Nós temos sede do Deus vivo! Porque Ele não está morto e sim vivo! Jesus assumiu a cruz, ressuscitou no terceiro dia e está vivo! Ele está agindo em nossa vida!

A quem procurais?

Transcrição: Eliziane Alves